Loja do Mecânico: como se consolidar e construir presença online

Sua empresa é especialista na área em que atua? Você sabe como transformar suas expertises em oportunidades de negócio? 

Você está indo rumo à transformação digital? Pois é lá que estão todas as respostas.

Um exemplo que ilustra esse processo é a Loja do Mecânico, que mudou o próprio negócio para continuar crescendo em uma época em que o único destino aparente era o fracasso. 

Neste texto vamos falar sobre como a Loja do Mecânico, um e-commerce especializado em ferramentas e máquinas, ajudou profissionais autônomos, oficinas e pequenos lojistas na expansão de seus negócios através de tecnologia e impacto social. 


Como tudo começou

A Loja do Mecânico iniciou suas atividades com apenas o seu fundador, que vendia ferramentas de porta em porta, ciente de como esse mercado era muito específico e não tinha como as pessoas terem acesso a equipamentos tão exclusivos. 

Assim surgiu o primeiro propósito da empresa: encontrar nesse mercado difícil, uma forma de atender o cliente que é bem exigente e atender o que ninguém quer fazer, o que é difícil achar.

Enquanto isso, o negócio foi crescendo e o aprendizado foi acontecendo, como a logística, por exemplo. E neste momento aconteceu a pandemia. 

Assustando boa parte dos comerciantes ao redor do mundo, a pandemia foi responsável por zerar muitos gráficos de resultados de negócios. 


Crise ou oportunidade?

Neste cenário de grande dúvida e vendo que muitas empresas estavam fadadas ao fracasso, a Loja do Mecânico aproveitou um cenário de possível crise para buscar alternativas de crescimento inspirando-se em empresas fora do Brasil.

Com uma parceria com o Google, foi possível identificar o comportamento de clientes do mesmo setor focando em como as empresas do exterior lidaram com o momento, o que o cliente está pesquisando e o que eles estavam fazendo. 

Dessa forma, a Loja do Mecânico adiantou o que já era previsto fazer no futuro, como deixar a proximidade com o cliente cada vez maior (vamos falar mais sobre isso).

A parceria com o Google também tornou possível visualizar como o site da loja estava tendo muito acesso, porém, com pouca venda, gerando uma conversão baixa, mesmo que os usuários estivessem favoritando muitos produtos.

A partir de então, notando como os usuários demonstravam interesse e o acesso de novos clientes estava aumentando muito, as lojas físicas todas fechadas, a Loja do Mecânico juntou o útil ao agradável.


Estratégias de negócio para oferecer uma melhor experiência para o usuário

Em primeiro lugar, a agilidade para se adaptar ao novo cenário teve um impacto positivo nos próprios negócios da Loja do Mecânico e ajudou a potencializar também os resultados da sua rede de clientes.

A Loja do Mecânico foi um player que se consolidou no digital e construiu uma presença sólida no setor de ferramentas e ampliou sua estratégia de negócios após entender as dificuldades que o seu público profissional enfrentava.

Com isso, viu oportunidades se abrirem diante da situação, definindo um propósito de ajudar profissionais autônomos, oficinas e pequenos lojistas na expansão de seus negócios através de tecnologia e impacto social. 

Em segundo lugar, de forma gradativa, começaram a utilizar estratégia multicanal regional na região em que nasceram, Franca e Ribeirão Preto, uma estratégia de muito sucesso e que vale a pena conhecer melhor. 

Pensando em aproveitar o momento de dificuldades, o início desse movimento  de sucesso começou na Black Friday. 

Com tantas incertezas, eles poderiam acertar muito ou errar muito, mas acertaram em grande parte das decisões, principalmente nas que tinham embasamento de dados, pesquisas e tendência. 

Depois de entender as dificuldades que seu público enfrentava, especialmente durante a pandemia, a Loja do Mecânico se consolidou no digital e construiu uma presença sólida no setor, ampliando sua estratégia de negócio. 

Para alcançar o feito, a empresa utilizou uma estratégia multicanal com o objetivo de chegar a mais pessoas da própria região onde atua. 

Um grande diferencial para alcançar esse sucesso foi a parceria com o Google, como já citamos, agilizando a adaptação ao novo cenário, inclusive indo além. 

Com o mercado online crescendo (e o e-commerce cresceu mais de 60% após o início da pandemia), a Loja do mecânico conseguiu se posicionar no digital principalmente no mercado B2B, ajudando os pequenos negócios do segmento de ferramentas, marcenarias, oficinas e etc. 

Se formos pensar no B2B do passado, muito marcado por venda de representantes comerciais, visitas técnicas e etc, não imaginaríamos como foi possível inserir isso no mercado digital.

Mas com um grande desafio no mercado, a Loja do Mecânico passou por uma adaptação para entender seus clientes, buscar novas ideias de fomentar naquele momento além de só oferecer um produto de 99,90. 

Sabemos que atualmente, não é isso que o cliente quer, ele quer algo a mais. 

Dessa forma, a Loja do Mecânico trabalhou em diversas iniciativas junto ao Google e YouTube, trabalhando o omnichannel.

Além de acompanhar o que o consumidor desejava, a empresa pensou em trazer um pouco da experiência do consumidor do e-commerce para uma coisa mais viva da loja física, através da otimização de vídeos e lives, pensando além de datas sazonais, tradicionais do varejo, dia dos pais, mas também no dia do serralheiro, dia do marceneiro e puxando todo esse mercado junto com eles. 

As lives surgiram de um pedido de clientes que queriam e ainda querem conhecimento. Fortalecendo a parceria junto com o YouTube, a Loja do Mecânico produziu diversos materiais educativos sobre como montar o seu negócio, como utilizar aquele produto de uma forma que seja mais rentável para você, como gastar menos tempo e executar mais serviços. 

Eles lançaram também soluções de pagamento, como LDM Pro, que é a maquininha para o cara poder ter créditos e usar aquele produto. 

A live foi um sucesso, e então começaram a lançar estratégias de omnichannel, com televendas, aplicativos de mensagens, em qualquer tipo de canal, só que buscando essa parte de proximidade com o calor humano, que é um momento de você investir, de estar próximo, com conteúdo, para o cliente testar o produto ou tirar uma dúvida. 

Ficando mais próximo ao cliente, foi que tudo aconteceu de um jeito digital, levando o calor do omnichannel.

O papel da Loja do Mecânico foi achar uma forma de ajudar e ser ajudado, afinal, todos os negócios funcionam assim. Não só venda de máquinas de ferramenta, mas ser a ponte para esse cliente de sucesso, ser o consultor, ser a parte de empatia, se ele está com problema financeiro, se ele está com problema em educação, com todo mundo a gente tenta ajudar. 

Neste sentido, o omnichannel é essencial para esse movimento de expansão do online para o físico, e isso é a verdadeira transformação digital. O varejo está cada vez mais integrado, tirando o E da frente do e-commerce. 


Como o comportamento do consumidor e do varejo vai evoluir agora? 

A concorrência do varejo vai ser muito benéfica para o futuro do Brasil, pois o brasileiro ainda é muito territorialista, e a pandemia veio para fazer essa disrupção. 

Mas uma coisa é certa: a qualidade das empresas vai ter que surpreender, o consumidor não vai aceitar ser mal atendido e essa disrupção vai acontecer em qualquer mercado. 

A indústria vai para o comércio, então não é só ter o produto que você acha que vai ser o sucesso, mas sim ter esse algo a mais, de entender o cliente, saber a dor, a capacidade de resolver problemas que será capaz de fazer sua empresa oferecer a melhor experiência para o seu cliente. 

Foi o tempo em que apenas o preço era um fator decisivo para o consumidor decidir comprar de uma empresa e não de outra e isso é muito positivo para gerar concorrência e para todos os consumidores, pois os preços ficam mais atrativos, as explicações dos produtos ficam melhores, e a experiência de compra tende a melhorar. 

E isso não tem a ver com inovação e, sim, com criar alguma funcionalidade que já existe, mas que o seu cliente utilize.

O Mercado agora partiu as barreiras continentais, foi para a mundial, então consequentemente a concorrência também aumenta e as empresas precisam melhorar. 

Não tem mais volta. 

Quer entrar na corrida em busca da transformação digital? 

Nós da Alpes.One oferecemos um shopping de soluções integradas de marketing digital, como ferramentas de gestão e automação que facilitam e otimizam cada vez mais o processo de marketing digital, análise de KPIs, captação de leads e desenvolvimento web.

Acesse nosso site, conheça nossos serviços e entre em contato. 

Referência: 

BRIMFMAN, Fernanda. GURGEL, Thiago. A transformação digital da Loja do Mecânico. Agosto de 2021. Disponível em: <https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/tendencias-de-consumo/jornada-do-consumidor/a-transformacao-digital-da-loja-do-mecanico-de-ferramentas-no-balcao-a-milhares-de-clientes-online/>. Acesso em: 15/10/21.

experiência do usuário estratégia omnichannel comportamento do consumidor e-commerce mercado digital mercado B2B

20 Oct 2021

Compartilhar:

Anterior

Próxima