4 etapas simples para uma experiência de usuário realmente eficiente

A experiência do usuário, conhecida também como UX (User Experience), é um conjunto de características que determinam o quanto é satisfatória a navegação em um site ou aplicativo.

Tem a ver com o funcionamento, estruturação das páginas e informações ali disponibilizadas. E, ainda, também é toda interação que a sua empresa disponibiliza para os usuários na internet, em relação a qualquer serviço ou informação on-line..

Neste aspecto, o objetivo de um UX é fazer com que os usuários consigam o que querem ao interagir com o seu negócio.

Então você pode pensar: basicamente preciso comunicar o que eu quero que as pessoas saibam e adicionar o que eu quero que elas façam. Como uma página de produto com um botão de “comprar agora”. 

Mas o que você tem que pensar, na verdade, é: O que os meus clientes querem fazer nesta página? E não o que você quer que eles façam. Só assim, colocando o usuário no centro, você conseguirá oferecer a ele uma boa experiência.


Priorize o usuário para oferecer uma experiência eficiente

Leve em conta os sentimentos do usuário que irá acessar o seu site ou app. Uma boa forma de fazer isso, é observar a sua própria expectativa ao entrar em um site que você precisa de um produto ou serviço.

O que você gostaria de ver ali? A página te entrega todas as informações que você precisa para se decidir? Essas informações estão claras, ou parecem confusas? Você está falando com seu usuário como gostaria que falassem com você? 

Lembre-se: não pule etapas. Para um projeto de UX ser eficiente, é importante respeitar a hierarquia de informações, de modo que estejam organizadas e estruturadas. E tente fazer com que seu usuário se sinta bem no seu ambiente on-line, isso pode conquistá-lo.

Parece complicado planejar isso? 

Mas pode ser mais fácil do que imagina. Por isso, vamos citar 4 passos simples de como criar uma experiência de usuário que seja realmente eficiente e assertiva.


Passo 1 - Crie protótipos

Neste passo, você deve pensar: O que o meu cliente gostaria de fazer no meu site? E não pense (em hipótese alguma): O que eu quero que o meu cliente faça aqui? 

Lembra que já falamos sobre isso? 

Então, comece a anotar as possibilidades do que o seu cliente pode querer fazer ao entrar em seu site ou app. Como acessar informações detalhadas de um produto, verificar depoimentos de quem já comprou, assistir a vídeos, pesquisar outros produtos, entrar em contato de forma rápida, ou fazer uma compra.

São muitas possibilidades. Por isso, crie protótipos com todas as opções que podem ser possíveis de utilizar. Monte o fluxo de usuário, pensando na ordem que essas informações podem ser úteis para eles. 

É importante que cada ação do usuário ocorra em, no máximo, 5 etapas. 

Por exemplo, se a sua página de produto existe para que o cliente o queira e, por isso, entre em contato com sua equipe de vendas para saber mais informações, você deve considerar que: 

1 - O usuário acessou sua homepage;

2 - Clicou na categoria de produto, ou o viu na página principal e clicou, ou pesquisou por ele;

3 - Clicou na página do produto;

4 - Clicou para entrar em contato por telefone ou whatsapp, ou enviou os dados através de um formulário.

Esse caminho não é linear e, claro, não é uma opção engessada em que o usuário seja obrigado a dar um único clique. Você tem apenas que garantir que, em qualquer ação que seja feita, o seu cliente tenha caminhos fáceis para o objetivo final, seja uma compra ou uma conversão em lead.


Passo 2:  Abuse da emoção

Em cada protótipo que criar, desenhe uma jornada de emoções que o seu usuário teria ao acessar aquela etapa especificamente.

Por exemplo, quando um usuário acessa a sua homepage pela primeira vez, ele pode se sentir confuso por não saber o que esperar, mas ao ver todas as informações que ele precisa ali, pode se sentir animado e confiante. 

Quando ele acessa a página de um produto, ele pode se sentir apaixonado, animado, ou curioso. E se realizar a compra ou enviar os dados através de um formulário, pode se sentir satisfeito e feliz.

Assim, o seu profissional de UX pode utilizar uma combinação de cores, formas, dinamismo e conteúdos para trazer essas sensações aos seus usuários. Mas lembre-se sempre de verificar o gosto do seu público e a identidade da sua marca. 


Passo 3: Desenhe o seu site

Neste passo, você já tem informação suficiente para desenhar o seu site e ver como ele ficaria, tanto visualmente, quanto a sua usabilidade.

Assim você pode verificar as melhores ações que precisam acontecer e em quais páginas, quais componentes você precisa disponibilizar para o usuário completar sua ação.

Você pode usar o protótipo que fez no início, com os fluxos que fez para construir o desenho do seu site. Todas as etapas devem complementar a próxima. 


Passo 4: Faça testes

Só há uma maneira de saber se você criou um bom UX: testando. E é bom que faça isso cedo, à medida que for desenvolvendo e com frequência, assim você não se perde nas mudanças que devem ser feitas.

Você também pode fazer pesquisas de experiência do usuário antes de lançar o seu site ou app. O ponto positivo é que você recebe um feedback de usabilidade de pessoas que representam o seu público. 

Também é possível realizar testes A/B, para testar 2 versões simultâneas de UX que sejam diferentes e assim, determinar com mais assertividade qual experiência do usuário foi mais eficiente no processo de acordo com o seu objetivo e o objetivo dos clientes.

O ponto negativo é que para essas pesquisas e testes, você precisa de ter orçamento. Inclusive, se o orçamento for alto, pode fazer testes A/B antes da fase de testes, aproveitando os protótipos com diferentes fluxos para descobrir qual funciona melhor. 

Achou muito complicado? Esses 4 passos ajudam a ter mais clareza do processo, que pode ser muito fácil sem que você precise ter conhecimento aprofundado no assunto.

Basta apenas pensar no seu usuário. 


Como ter uma experiência de usuário eficiente sem precisar fazer os 4 passos?

Para pular os passos e facilitar o processo de criação do seu site sem gastar o seu orçamento com pesquisas, testes e uma equipe de desenvolvimento, você pode contar com o Alpes Guepardo Websites.

O Alpes Guepardo é um sistema que desenvolve sites já pensando em todos os fluxos de acessos, estrutura e hierarquia para a experiência do usuário dentro de um site de sucesso, oferecendo a melhor usabilidade para os seus clientes.

Além disso, ele pode ser desenvolvido em 3 formatos:  Desktop, Original Mobile e AMP Mobile, desenvolvidos de acordo com o guideline das montadoras já formatados para uma experiência de usuário eficiente, mais direcionada para o varejo e que podem ir mudando sua interface com o tempo de acordo com o mapa de clicks, ferramenta que auxilia a tomada ações corretivas, futuras, de UX em layout para facilitar a jornada dos usuários. 

Você ainda consegue gerenciar os dados e análises dos leads, ver o mapa de clicks das 3 versões e trabalhar o SEO deles através de um CMS próprio . 

É muita vantagem em um único sistema, você não precisa se preocupar com todas as características que devem ser estudadas, você pode apenas gerenciar tudo depois de pronto e obter muito mais sucesso e economia. 

Gostou? Entre em contato com a Alpes e vamos conversar.

Leia também: Experiência do cliente: conheça as mudanças para o setor de automóveis4 etapas simples para uma experiência de usuário realmente eficiente4 etapas simples para uma experiência de usuário realmente eficiente

experiência do usuário UX user experience usabilidade criação de sites aplicativos sites rápidos Alpes Guepardo conversão

03 Mar 2021

Compartilhar:

Anterior

Próxima

Alpes One

Empresa de Tecnologia de Performance para setor automotivo.