Dark Dealer - o Dark Kitchen do setor automotivo

Você já ouviu falar em Dark Kitchen?

É um conceito popularizado na pandemia, e se refere aos restaurantes que não possuem espaço para atendimento presencial, por isso,  trabalham apenas com Delivery. 

Ou seja, a única maneira de comer em um desses restaurantes é pedindo e recebendo na sua casa.

O Dark Kitchen não é pior por não possuir um espaço físico para atendimento presencial, mas, também, não é melhor. São propostas diferentes e modelos de negócios que priorizam situações e experiências distintas e ambos podem ter sucesso.

No entanto, para uma empresa com poucos recursos, construir um restaurante com a proposta Dark Kitchen é muito mais proveitoso.

Por se tratar de um modelo mais enxuto, que não precisa de tanto investimento em manutenção e em atendimento, ele funciona bem para o pequeno empreendedor, por exemplo.

Vale ressaltar, que esse modelo só foi possibilitado agora com o avanço da tecnologia, criação de aplicativos e educação do público para consumir dessa maneira.


Qual a relação do Dark Kitchen com o setor automotivo

O Dark Dealer é um conceito ainda mais novo que o Dark Kitchen, e há pessoas que digam que sua implementação é algo distante, e que dentro de poucos anos, a tendência irá se concretizar.

Porém, o que o Dark Dealer propõe já está acontecendo, mesmo que com pequenas alterações em seu conceito. 

Vamos entender um pouco mais sobre o Dark Dealer, antes de explicar como aplicar esse conceito na sua concessionária.


O que é Dark Dealer

Esse modelo de negócios se resume em uma concessionária sem salão, funcionando apenas com uma operação virtual, com todos os investimentos e esforços em estruturas físicas voltadas para estoque.

Neste caso, a publicidade da concessionária fica voltada em estratégias digitais.

Dessa forma, 100% dos vendedores serão “encantadores de leads'', focando em quebrar objeções e entender o que os leads desejam para entregar o veículo perfeito para o cliente.

É um modelo totalmente enxuto, assim como o Dark Kitchen, só que voltado para o setor automotivo, em que os custos desnecessários serão evitados e o cliente terá uma experiência sensacional de compra.

Mas, não se preocupe, pode parecer que o Dark Dealer seja um modelo de negócio com o objetivo de matar as concessionárias tradicionais, porém, o Dark Kitchen não matou os restaurantes com salão, eles continuam existindo.

O Dark Dealer apenas irá possibilitar que o público possa comprar um veículo de outra forma, já que nem sempre você terá disponibilidade e tempo para passar um bom tempo fora de casa escolhendo um veículo.

A ideia é focar no cliente e criar o máximo de opções possíveis para os diferentes tipos de cliente, como o que quer ir na concessionária, e o outro que quer fazer uma compra online.

Há espaço para ambos os modelos no mercado.

Benefícios do Dark Dealer

Existem vários benefícios nesse modelo de negócio, como:

  • Menos custos com estruturas para receber clientes;

  • Um custo por aquisição de cliente menor;

  • Menos burocracia;

  • Uma experiência de compra incrível para os clientes;

  • Mais dados para embasar tomadas de decisão.

Além disso, possibilita mais clientes felizes e um crescimento do negócio, caso não tenha um grande orçamento para focar em estruturas físicas.


O que precisa para o Dark Lead funcionar?

Para um modelo “Dark” funcionar, são necessários 3 pontos. E isso pode ser analisado para qualquer setor que envolva a venda de um produto ou serviço.


1 – Educação da população

A população precisa criar demanda para o produto que vai ser desenvolvido.

E, atualmente, podemos dizer que há demanda para as pessoas comprarem veículos online.

A pandemia, em mais de 2 anos, conseguiu acelerar um processo que aconteceria naturalmente em 5 anos, aproximadamente.

E isso possibilitou que parte da venda de um veículo já ocorresse online: da pesquisa até a demonstração de interesse junto com a concessionária, inclusive, algumas concessionárias já oferecem test drive delivery.

O avanço para essa compra ser efetivada 100% online representa um pequeno passo e não uma grande transformação.


2 – Evolução da tecnologia

A tecnologia, em geral, já possibilita a criação de aplicativos e softwares de maneira acessível.

Isso mostra a evolução da tecnologia, dando mais acesso ao empreendedor para aproveitar o avanço da internet como modelo de negócio.

Mas, para vender veículos 100% online, é preciso que alguém desenvolva tecnologia para o modelo funcionar.


3 – Criação de aplicativos e softwares

Entendendo que há uma possível demanda e a tecnologia essencial para se criar o ecossistema, alguém tem que investir tempo e dinheiro para a criação de sistemas que fazem o modelo Dark Dealer funcionar.

A Alpes.One oferece recursos e plataformas que te ajudam a colocar em prática esse modelo de negócio.

Desde sites, landing pages, publicidade online em plataformas como Facebook, Instagram, Waze, Google e YouTube, até uma vitrine online de veículos em visualização 360º, plataformas de atendimento online através do chatbot com inteligência artificial e agendamento e atendimento online, para o seu time de vendas onde e quando o cliente quiser.

E não estamos falando apenas da parte operacional ser digital. A Alpes.One também desenvolveu uma plataforma que integra todos esses dados no seu sistema de CRM, e fornece relatórios completos, comentados por especialistas, para te ajudar na tomada de decisão mais ágil e assertiva.

Pode parecer que o Dark Dealer surgirá em um futuro distante. Mas, não com a Alpes.One, que já opera para sua concessionária realizar uma venda 100% online, assim como para levar clientes para sua concessionária. 

Essa realidade representa mais um marco de como a tecnologia e a internet podem possibilitar o crescimento de mercados e a evolução de setores que ficaram sem evoluir por muito tempo.

Evolua a sua concessionária com a Alpes.One e chegue no topo!

03 Aug 2022

Compartilhar:

Anterior

Próxima