Como lidar com a escassez de carros novos: veja as alternativas para vender muito

Considerando as atuais dificuldades de produção que a indústria atravessa por todo o mundo, é natural que as concessionárias se deparem com um prazo médio de entrega de cerca de até 8 meses, em alguns casos. 

Porém, a expectativa para a retomada do setor pós pandemia é grande e tende a se confirmar no segundo semestre de 2022. 

Nos últimos meses, diversas montadoras como Volkswagen, GM, Volvo e Honda suspenderam sua produção em fábricas do mundo todo, e um dos principais motivos é a falta de componentes, em especial os semicondutores, que possuem como função conduzir correntes elétricas. 

No próximo ano, a grande maioria das indústrias buscará retomar a estabilidade em que se encontravam antes da pandemia da COVID 19 e, com o setor automotivo, não será diferente. 

Além da busca pela normalidade, diversas outras tendências entrarão em cena para ajudar a sua concessionária a lidar com a escassez de automóveis e continuar crescendo. 

Neste conteúdo vamos falar quais alternativas são interessantes para investir neste contexto de falta de veículos novos que sua concessionária pode começar hoje mesmo. Vamos lá? 


Invista na venda on-line de seminovos 

Nos primeiros sete meses de 2021, a venda de carros usados apresentou alta de 54,7%. Este número se justifica pela falta de peças e componentes que as fábricas enfrentam, como vimos anteriormente. 

Em 2022 a alta procura e venda de seminovos devem permanecer no Brasil. Isto por que, ainda poderá levar um tempo para que a reposição de carros novos aconteça, devido aos longos prazos de entrega enfrentados pelas montadoras.

Por isso, investir na venda de veículos seminovos pode ser uma ótima alternativa para sua concessionária não perder receita neste período.

O Brasil é o terceiro maior mercado na venda de seminovos, atrás apenas dos Estados Unidos e da China. 

Por aqui as vendas somam 12 milhões de unidades por ano e movimentam cerca de R$600 bilhões, em uma projeção que inclui seminovos (de até três anos) e usados com até 12 anos. 

Devido a isso, diversas startups que vendem automóveis usados por meio de plataformas digitais estão chegando ao país de olho nas tendências de venda de seminovos. 

Ou seja, o processo de comercialização ainda se mantém por meio físico, porém toda a negociação e divulgação dos veículos se estende pelos mais variados canais online, como redes sociais, marketplaces e plataformas específicas, por exemplo. 

Para se ter uma ideia da importância deste meio, no primeiro semestre de 2021, as vendas de carros pela web aumentaram em 33,2%. 

Portanto, a tendência é que as vendas online se mantenham aquecidas, pois o consumidor se mostrou positivo com essa facilidade.


Ferramenta para venda de carros seminovos on-line 

Nós oferecemos soluções exclusivas para sua concessionária vender veículos seminovos em grandes portais verticais e até no seu próprio site. Veja abaixo:


Alpes 360°

Através do Alpes 360°, é possível expor o estoque de veículos usados com vídeos 360° e fotos dos automóveis. A importação desses arquivos para sites e portais verticais é feita de forma totalmente automática, trazendo muito mais facilidade e praticidade no processo. 


Outro benefício é a geração de leads muito mais qualificados para o seu time de vendas e a integração com o CRM. 

Conheça mais sobre o Alpes 360° e tenha uma vitrine online dos seus veículos seminovos para vender muito mais! 



Live Car Shopping

O Live Car é uma plataforma criada para atender os clientes da sua concessionária da porta para fora da loja. 

Permite realizar atendimentos on-line, e na hora, agendar atendimentos e personalizar links para serem feitas videochamadas, por todas plataformas digitais como mobile, desktop e tablet.

Dessa forma, é possível realizar a venda on-line do veículo seminovo e o cliente vai na loja apenas para buscá-lo. 

Veja mais sobre o Live Car Shopping e conheça todos os benefícios ao oferecer um atendimento on-line totalmente personalizado para os clientes da sua concessionária.


Aluguel de carros 

Outra tendência que está crescendo com a escassez de veículos 0km é o aluguel de veículos por hora ou por diária. 

Ou seja, profissionais ou pessoas em geral que necessitam de carros por apenas algumas horas ou diárias, poderão encontrar modelos disponíveis em algumas concessionárias e lojas do país. 

Esta modalidade já existe há algum tempo, porém está se tornando cada vez mais vantajosa e econômica para diversas atividades como motoristas de aplicativos, entregas e passeios, por exemplo. 

Há também a possibilidade de alugar em condições especiais, durante o período de espera pelo carro novo, por exemplo. 

A equipe de Customer Experience da World Shopper apresentou como exemplo uma solução de uma gestora de frotas que tem o objetivo de refinar e divulgar cada vez mais esta estratégia.

Em uma pesquisa de compra de automóveis novos eletrificados em Portugal, a World Shopper simulou uma abordagem de clientes particulares. 

Foram analisados 12 modelos, em 48 concessionários das regiões de Lisboa e Porto, em Portugal.

Nas 48 simulações de compra, nenhuma concessionária apresentou qualquer solução alternativa proposta espontaneamente, tanto no percurso digital do Cliente como na interação presencial na loja física.

Após questionarem se existiria uma solução de mobilidade para o período de espera pelo veículo novo, em apenas 2 processos de compra foi possível encontrar soluções alternativas. 

Em 12 casos, foram propostas soluções que passavam pela compra de um veículo de serviço, de outro modelo ou a possibilidade de algum cliente desistir de uma compra. Em 34 (71%) casos não foi apresentada qualquer solução. O cliente teria que aguardar e ponto.

Ainda há muita incerteza sobre quando será resolvida a escassez de semicondutores. Mas, como citamos acima, é possível que comece a se normalizar no segundo semestre de 2022 e esteja completamente resolvida em 2023.

No domínio dos veículos elétricos, em clara fase de aumento de procura, também é previsível que se venham a registar algumas falhas no abastecimento de matérias-primas, como é o caso do lítio e do níquel utilizados na produção de baterias de tração.

Neste contexto, o setor automóvel tem que se adaptar, sobreviver e vencer num cenário de escassez. 

Fabricantes, fornecedores e redes de distribuição precisam reagir: a redução de estoque até pode contribuir para a sustentabilidade financeira, mas é crucial manter a dinâmica possível do mercado. 

Muito se tem feito ao nível da adaptação da estrutura produtiva a este cenário. Por isso, é essencial investir nessas alternativas que citamos para quem mais importa: o Cliente.

Conheça todas as soluções digitais que a Alpes.One oferece para a sua concessionária chegar no topo! 

13 Apr 2022

Compartilhar:

Anterior

Próxima