Análise de funil do site: o que é e como usar para aumentar as conversões

A análise de funil do site é uma das estratégias de marketing que tem o objetivo de identificar exatamente onde estão os pontos de saída do usuário dentro do site. Dessa forma, você sabe o que precisa ser otimizado, aumentando ainda mais as chances de conversões. 

Quando você não faz essa análise de funil, o tráfego do seu site se resulta apenas em um “fio” de conversões, em números, representa menos que 3% de todas visitas recebidas nele. 

Por isso, vamos ajudar você a entender melhor sobre esse assunto para desenvolver uma boa estratégia de análise de funil para melhorar as suas vendas. Vamos lá?


O que é análise de funil?

Análise de funil é um processo de mapeamento do fluxo de navegação dos usuários dentro de um site. 

Um funil de marketing ou vendas consiste em etapas estabelecidas que os usuários percorrem até realizar de fato uma conversão. Para ter sucesso neste caminho, as etapas precisam compreender as necessidades do usuário.

Sua principal função é ajudar a identificar os problemas e analisar em que momento o usuário está deixando de percorrer o funil sem realizar uma conversão.

Fazendo essa análise, as hipóteses são geradas de forma mais assertiva, buscando entender como podemos melhorar o fluxo de navegação para o usuário. 


Como desenhar um fluxo navegacional para o seu site

O fluxo navegacional compreende todo o caminho do usuário até a conversão. Ele é definido no momento de criação de um site e determina a melhor estrutura possível que possibilite a finalização de tarefas importantes, ou seja, conversões.

Para otimizar o fluxo navegacional de um site, você pode combinar ferramentas de pesquisa de comportamento dos usuários, para fazer uma análise mais detalhada de como o usuário está reagindo a sua navegação do site. 

Conheça alguns caminhos que você pode explorar dentro da sua estratégia:


Mapas de calor

Uma das formas de realizar essa análise de fluxo navegacional, é através dos mapas de calor. 

Também conhecidos como “mapas flutuantes” ou “mapas de cliques”, essa ferramenta é muito utilizada no processo de otimização de conversão, e é usada para rastrear os movimentos do cursor do usuário e entender melhor onde estão parando, passando mais tempo, deixando a página, dentre outras ações. 


Faça pesquisas com o seu usuário 

Aplicar pesquisas e questionamentos diretamente aos seus visitantes ainda possui muito valor para entender o que tem acontecido na navegação para que ele abandone a página. 

Você pode abordar diversas questões para entender, também, qual tipo de CTA haveria maior probabilidade de conversão, quais pontos de contato o usuário gostaria de ter disponíveis, etc.

Análise de funil no novo Google Analytics (GA4)

Anunciado na metade do ano de 2020, o GA4 veio para mudar a forma como analisamos dados, e em março de 2022 foi anunciado pelo Google que o Google Analytics universal vai em breve ser substituído de vez pelo GA4. 

No GA4, analisar funis ficou mais claro e objetivo. Agora você consegue analisar de forma clara a jornada de compra do seu usuário e inclusive segmentar por local, gênero, dispositivo, dentre outras características. 

Os relatórios são totalmente personalizáveis e você pode, inclusive, comparar períodos, como o período que o seu site não possuía otimizações, com o período em que foi aplicado as melhorias de fluxo do funil, e, assim, entender a diferença de um para o outro.


O seu site oferece a melhor experiência para o usuário?

Se, entre todos os estudos e análises, você ainda ficou com dúvidas de como melhorar o seu funil do site, avalie se a sua interface tem oferecido a melhor experiência para o usuário. 

Um site que realiza uma boa quantidade de conversões é um site que entende as necessidades do usuário e oferece uma experiência clara e fluida. 

Além disso, identifique se as informações no seu site estão colocadas de forma clara e objetiva. Se necessário, conduza um estudo de arquitetura da informação para organizar o seu site de forma mais compreensível para os usuários.  


Impacto na taxa de conversão

A análise de funil tem grande importância para entender se de fato aquela estratégia está funcionando, quais dificuldades o usuário pode encontrar em determinada etapa e ajuda a identificar o motivo pelo qual ele está abandonando o funil em um momento específico. 

Isso ajuda a traçar um plano de otimização de funil que vai ajudar a reter mais visitantes e transformá-los em clientes ou assinantes. 

Além disso, nessa etapa você aprende mais sobre o seu usuário e identifica pontos fundamentais no dia a dia do CRO (otimização de conversão), como:

  • Entender o que o seu cliente quer: entender de fato o que o usuário precisa e busca quando navega em seu site, vai ajudar você a ter clareza de quais estratégias devem ser aplicadas no dia a dia;

  • Mostrar com clareza a sua solução: mais do que vender um produto, é preciso entender se você está conseguindo mostrar para o cliente a solução que oferece para ele; 

  • Tomar decisões de forma mais assertiva e com isso ganhar tempo: faz parte dos princípios do CRO (otimização de conversão) tomar decisões certeiras e baseadas em dados que, assim, oferecem menos riscos para o negócio.


Experiência do usuário e CRO juntos

UX (experiência do usuário) e CRO (otimização de conversão) se intercalam porque uma boa experiência significa ter o caminho aberto para as conversões. Ao aplicarmos todas essas estratégias, teremos um site com certeza mais otimizado. 

Assim, várias das hipóteses criadas pelo processo de CRO estão relacionadas ao UX design. 

Para ficar bem claro, trago um exemplo real. Nós, da Alpes.One, criamos o site da Carbig, uma das empresas do Carbel Auto Group, com uma rede de concessionárias de revenda de veículos seminovos e usados.

Uma das nossas funções era otimizar as informações principais para serem exibidas em, no máximo, dois cliques e distribuir a informação de forma organizada e lógica para facilitar a navegação do usuário pelas páginas.

Para avaliar se o seu site é facilmente navegável pelos usuários e se ele pode ser considerado um bom site, foi levantado alguns tópicos básicos de navegabilidade, como fácil acesso aos serviços oferecidos, informações de contato claras e acessíveis e se o site possuía qualidade no acesso para qualquer dispositivo.

Para a geração de leads, evitamos trabalhar somente com um formulário de contato na página. Por isso, foi implementado no site também ferramentas de contato como o Live Car Shopping, Alpes Chatbot, botão fixo para Whatsapp e ligação para a loja.

Todas as ferramentas, próprias da Alpes.One, ainda possuem integração com diversos CRMs, permitindo a gestão de leads pela equipe de vendas de forma totalmente automática e ágil.

Os resultados foram incríveis, gerando, em 1 ano, 48.475 leads para a Carbig apenas através do site.

Quer gerar mais leads para a sua concessionária? Fale com a gente!

11 Jul 2022

Compartilhar:

Anterior

Próxima